A CAÇA

DE: Jussara Pires

 

Estava escuro, não tinha lua e o frio era cortante. Nós três estávamos muito bem armados, tínhamos estacas de madeira, água benta e alho.

— O que estamos fazendo aqui, há essa hora, nessa casa velha? — Hellen perguntou preocupada.

Nos dois nos olhamos sem entender seu descaso.

— Caçando vampiros, ora essa! — eu respondi a Hellen.

— O que? Você ainda não está acreditando na gente? — perguntou Jerffeson preocupado.

— Olhe, eu vim com vocês porque insistiram muito, mas veja só, vampiros não existem. Entendem? — ela falou tentando não ferir nossos sentimentos.

Nesse momento um frio soprou na minha espinha, um vulto passou por trás de nos três. Um grito ecoou logo depois de Jefferson ter sumido. Hellen me segurou espantada.

— O que foi isso? Para onde foi o Jerffeson?

— Não se assuste, mas eu acho que eles estão aqui, agora. — sussurrei em seu ouvido.

— Não vá dizer que existem de fato vampiros?

Viramos. Nós vimos vários olhos famintos, veneno escorrendo em seus dentes, a sede tão intensa que era quase visível.

— Existem. — Hellen concluiu indignada. — Afinal, quem está caçando quem?

— Pensei que você não acreditava em vampiros. — segurei firme minha estaca.

— Não, até agora. — ela se armou em posição de luta.

Meu coração disparou, quando eu os vi partirem para cima de nós duas. Nada mais eu poderia fazer. Era nosso fim… Despertei!

 

 

QUER SABER MAIS? ACESSE:

 https://www.facebook.com/pages/Jussara-Pires/226824694154025?fref=ts

 

Contato:

jugloxinia @uol.com.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s