A ZONA MORTA

DE: STEPHEN KING.

A ZONA MORTA

     “- Posso vir visitá-lo de novo?

     – Claro – disse ele. – Seria ótimo, Sarah. – Johnny hesitou, não querendo que a coisa acabasse de modo tão pouco conclusivo, não querendo magoar a ela nem a si próprio, se isso fosse possível. Querendo dizer alguma coisa franca.  -Sarah, você fez o que era certo.

     – Acha? – ela perguntou e sorriu, mas o sorriso tremeu nos cantos da boca. – Não sei. Tudo parece tão cruel e tão… Não posso deixar de dizer, tão errado. Amo meu marido e meu bebê, e quando  Walt diz que um dia vamos morar na melhor casa de Bangor, acredito nele. Diz que um dia vai se candidatar no lugar de Bill Cohen na prefeitura e também acredito nisso. Diz que um dia alguém do Maine vai ser eleito presidente e quase posso acreditar nisso. No entanto venho aqui e olho para suas pobres pernas… – Ela estava começando novamente a chorar. – Parecem ter passado porum triturador ou algo parecido, e você está tão magro

     – Não Sarah, não.

    – Você está tão magro,e tudo parece tão errado e cruel, e eu detesto esta situação, detesto, porque não é absolutamente justo, nada disso é!

     – Às vezes nada é justo, eu acho – disse ele. – A vida é dura. Às vezes, você simplesmente precisa se contentar com o pouco que tem, tentar viver com isso.  Vá e seja feliz, Sarah. E se quiser voltar para me ver, venha mesmo. E traga um baralho.

     – Vou trazer – disse ela. Lamentando estar chorando aqui. Não é muito encorjador para você, né?

     – Tudo bem – disse ele sorrindo. – Mas procure se livrar dessa cocaína gata! Seu nariz vai cair.

     – Sempre o velho Johnny. – Sarah deu uma risadinha. De repente ela se curvou e beijou-o na boca. – Ah, Johnny, fique bom logo.

     Ele a olhou com o ar concentrado quando ela recuou.

     – O que foi?

     – Você não a deixou lá – disse johnny. – Nã0 sem dúvida.

     -Deixei o quê? – Ela franzia a testa, confusa.

     – Sua aliança. Você não a deixou em Montreal.

     Johnny pôs a mão na testa e os dedos esfregaram a pele sobre o olho direito. O braço formava uma sombra e Sarah, com uma sensação muito próxima de um medo supersticioso, viu que o rosto de Johnny estava meio  na luz, meio no escuro. Isso fez com que se lembrasse da máscara de Halloween com que a assustara. Ela e Walt tinha passado a lua de mel em Montreal, mas como Johnny poderia saber disso?…”

A ZONA MORTA – John Smith sofre um acidente quando criança, ele tinha apenas 6 anos. Bateu a cabeça violentamente contra o gelo  quando patinava na lagoa Runaround, em Durham. Após esse incidente John passou a ter pesadelos e com passar do tempo passou a ter certos pressentimentos. Porém  foi quando John sofreu o segundo acidente. Uma batida de carro e um ferimento gravíssimo e que quase morreu.

Johnny passou quase cinco anos  em coma profundo  como um vegetal, mas por sorte aparentemente Johnny não fica com nenhuma seqüela a não ser por uma área de seu cérebro que fora danificada, e que provoca lapsos em sua memória. Os médicos dão nome a essa área  de Zona Morta.

Graças a essa Zona Morta sua vida mudou, para sempre. Ao despertar foi contemplado com um dom, de ver o passado e prever o futuro com um simples toque. Mas também cresce nela um tumor, que rapidamente drena suas energias.

Mas quando ele conhece Greg Stillson, um  inescrupuloso candidato a deputado, Johnny tem terríveis visões do político mergulhando o país,  numa guerra nuclear.  E terá que enfrentar o difícil dilema:  ficar em silêncio, sofrendo sabendo das tragédias que virão, ou matar Stillson,  na tentativa de impedir a prevista catástrofe.

QUER SABER MAIS? ACESSE:   www.stephenking.com

Volte sempre a,

VAMPIT.

J. P. Santos, agradece.

https://vampitdivulgalivros.wordpress.com.

Contato:

 jugloxinia@uol.com.br

GOSTOU?

DEIXE SEU COMENTÁRIO.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s