SENHORES DO SUB-MUNDO – 3,5 LIVRO – A PRISÃO SOMBRIA

DE: GENA SHOWALTER

ATLAS E NIKE

      “Atlas caminhou a grandes passos para frente e rasgou o tecido de suas costas. A pele era de cor bronzeada e suave. Perfeita. Uma vez, ele tinha acariciado essas costas. Tinha-a beijado e tocado. E sim, estar com ela tinha sido mais satisfatório do que foi com qualquer das demais, mas não seria governado por seu pênis e a liberaria antes de marcá-la, tudo pela esperança de poder meter-se em sua cama outra vez. Faria isto.

     — Isto não é o que fiz a ti — Nike falou com voz áspera — Eu não te marquei as costas.

    — Preferiria que marcasse seus preciosos peitos?

     Ante isso, conteve sua língua.

     Bem. Ele não desejava danificar seu peito. Seus seios eram uma obra de arte, certamente a mais fina criação do mundo.

     — Não há necessidade de agradecer-me. – murmurou. Estendeu-se com a necessidade de lhe dar um tapa com sua mão —. Pelo menos, não terá que olhar meu nome cada dia da sua muita longa vida.

     Como ele teve que fazer.

     —Não faça isto — chorou repentinamente ela —. Por favor. Não o faça — girou a cabeça e havia lágrimas em seus olhos cafés.

Ela não era uma mulher formosa. Nem poderia ser chamada bonita. Seu nariz era ligeiramente largo e suas bochechas um pouco agudas. Tinha o cabelo de cor castanha cortado para cair em seus ombros muito largos, o corpo de uma guerreira. Mas havia algo nela que sempre lhe tinha atraído.

     Ele revirou os olhos.

     — Seca essas lágrimas falsas, Nike — e ele sabia que eram falsas. Ela não era propensa aos desdobramentos de emoção — Não me afetam e certamente não lhe salvarão.

    Instantaneamente suas pálpebras se estreitaram, as lágrimas desapareceram milagrosamente.

     — Bem. Mas vais lamentar isso. Eu prometo.

     — Vou esperar suas tentativas.

     Era verdade. Lutar com ela sempre o fazia excitar-se.

     Sem um só golpe de vacilação, ele pressionou a pistola de tinta bem debaixo de sua omoplata. Seu agarre foi constante enquanto ele gravava o contorno da primeira letra. Uma. 

     Nenhuma só vez ela fez uma careta de desagrado. Nenhuma só vez atuou como se sentisse um pouco de dor. Ele sabia que doía, entretanto. OH, sabia. Para marcar permanentemente a um imortal, a ambrósia tinha que ser mesclada com um líquido de cor e essa mescla ardia como o ácido.

     Ela guardou silêncio enquanto ele terminava cada um dos contornos. Também se manteve em silêncio enquanto enchia o interior das letras. Quando terminou, recostou-se sobre seu traseiro e examinou seu trabalho: A.T.L.A.S.

     Ele esperou a que a satisfação lhe alcançasse, já que sempre que tinha esperado este momento. Não chegou. Esperou que o alívio o afligisse, a vingança tinha sido alcançada. Isso sim chegou. O que não tinha esperado era uma devastadora e quente possessividade, mas isso foi exatamente o que experimentou.

     Nike agora lhe pertencia. Para sempre. E todo mundo saberia.”

 (Traduzido por fãs.) Disponibilização em Espanhol: Guardian Secrets. Tradução: Gisa. Revisão Inicial: Lucilene. Revisão Final / Formatação: Byba.

DARKEST PRISON –  Ou, “Prisão Sombria” – Atlas, Deus Titã da Força, foi marcado pela deusa grega da força, Nike. Quando estava encarcerado no Tartaro. Mas a situação entre eles se inverteu, ele agora  é seu carcereiro, e ela sofre em suas mãos, só por vingança. Como inimigos jurados a destruir um ao outro logo se verão nas malhas do destino, obrigados a arriscar tudo por amor.

QUER SABER MAIS? ACESSE: http://members.genashowalter.com.

Volte sempre a,

VAMPIT.

J. P. Santos, agradece.

https://vampitdivulgalivros.wordpress.com.

Contato:

 jugloxinia@uol.com.br

GOSTOU?

DEIXE SEU COMENTÁRIO.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s