ANITA BLAKE – 12° LIVRO – INCUBUS DREAMS

DE: LORELL  K. HAMILTON

 

     “…Eu estava na cozinha comendo biscoitos com manteiga e mel slathered tudo sobre eles. Os biscoitos eram bons, mas o show foi de Gregory. Ele ainda estava em forma leopardman, mas ele estava comendo biscoitos. Você já assistiu alguém comer pão com dentes que são projetados para arrancar a garganta de gazelas? Foi interessante. Se ele tivesse colocado o biscoito inteiro na boca, de uma vez teria sido bom, mas não o fez. Ele comeu o pão em pedaços com manteiga gotejando  geléia de groselha vermelha, delicadamente. Só que suas mandíbulas não foram feitas para o delicado, por isso a sua pele foi manchada com geléia, e teve que lambê-la com uma língua incrivelmente longa. Foi perturbador, perturbador, e vagamente fascinante. Como uma combinação de Animal Planet e Food Network.

     Foi bom que eu tivesse algo para me divertir, porque Nathaniel estava muito chateado. Eu sabia que ele poderia ficar chateado com a minha marcação em Micah no pescoço, quando ele praticamente implorou para que eu fizesse nele, e eu recusei, mas eu não tive nenhum indício de como a virada seria real . Ele foi batendo as coisas na cozinha. A porta do armário não bastava fechar, ele bateu. Abrindo o frigorífico era um coro de bangs, tapas, e assim por diante. . . Eu nem sabia que os recipientes plásticos de comida poderia fazer tanto barulho.

     Enquanto estava  batendo as coisas ao redor, ele ia concordando com tudo que Gregory dizia, mas pelo seu tom de voz parecia que ele estava lutando.

      – Tem publicidade para fazer um leopardo para esta noite, se não podem me ter, é você. –  disse Gregory, então lambeu com uma  língua rosa todo o caminho em torno de sua boca.

     – Tudo bem, não é como se eu fosse estar fazendo alguma coisa hoje à noite.

      De alguma forma, eu pensei que esse último foi dirigido a mim. Micah estava me dando o olhar, aquele que disse tão claramente como se ele tivesse falado, corrigir isso. Por que era sempre eu que tinha que corrigir isso? Porque eu era geralmente aquele que estragaram tudo, em primeiro lugar. Oh, esse era o motivo.

      Meus dentes eram marcas impressas no pescoço Micah. As marcas tinham sido manchada com Neosporin, mas ele não tinha enfaixado. Bom para ele e para mim. Eu tinha parado antes de eu feri-lo muito mal. Era sangue na verdade menos do que a primeira e única vez que eu me deixar marca Nathaniel. Ela tinha sido quando o ardeur era novo e eu ainda estava tentando encontrar maneiras de alimentá-lo que não envolvem a relação sexual. Tonta, eu.

     A gota d’água foi quando ele pegou o prato de manteiga fora da mesa, antes que todo mundo tivesse terminado com ele. Gregory pegou para ele, e as garras estavam erradas para a China agarrando. A placa caiu e quebrou tudo no chão. A manteiga deslizou pelo chão numa longa linha amarela, como uma pista de caracol realmente desagradável. Eu pensei dizer alguma coisa, provavelmente não iria ajudar, mas logo depois o telefone tocou.

     – Que alguém atenda, –  disse Nathaniel do chão onde ele estava limpando a bagunça. –  estou um pouco ocupado.

     Micah apenas tomou seu café da manhã, acho que porque ele estava chateado comigo por não dizer alguma coisa para ajudar Nathaniel se sentir melhor. O problema era que eu não sabia o que dizer. Então, eu atendi o telefone…”

(Traduzido por fãs)

INCUBUS DREAMS – Ou, “Sonhos incubus” – Anita a macromante levantadora de zumbis e caçadora de vampiros,  ela também é uma servo-humana de Jean-Claude, o vampiro mestre da cidade, e Nimir-Ra, a primeira humana rainha leopardo de Micah, o licantropo leopardo. Sem falar que é a Balverk de seu ex-noivo o Richard o Ulfric dos lobisomens.

 Os assassinatos de varias stripper da boate Sonhos Incubus, levam Anita a uma caçada de um perigoso vampiro Serial killer. E à descoberta da criação de novos  vampiros sem mestres por Malcolm, o pastor da Igreja da Vida Eterna. Um novo triunvirato entre Anita o vampiro Damian, que por acidente se tornou seu servo, e  do  stripper Nathaniel, homem-leopardo  que ela levou para sua casa e tomou-o como seu protegido. Trás mais poder a todos ligados a ela. E muito mais necessidade de controlar seu desejo ninfomaníaco. Fazendo-a  ter que compartilhar suas necessidades com mais homens em sua cama.

QUER SABER MAIS? ACESSE:  www.anitablake.com

J. P. Santos. https://vampitdivulgalivros.wordpress.com

Uma resposta para “ANITA BLAKE – 12° LIVRO – INCUBUS DREAMS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s