SÉRIE ACADEMIA DE VAMPIROS – 1° LIVRO – ACADEMIA DE VAMPIROS

DE: RICHELLE MEAD

 

    “…Dimitri e Alberta me escoltaram até o ginásio do guardião para o meu primeiro período, nenhum dos dois reconhecendo a minha existência. Andando atrás deles, vi como ela o seu cabelo curto, corte de fadinha* que mostrava a marca da promessa e as marcas molnija. Muitas das guardiãs faziam isso. Agora não me importava muito, tendo em vista que minha nuca ainda não tinha tatuagens, mas eu nunca iria cortar meu cabelo.

     Ela e Dimitri não disseram nada e andavam lado a lado quase como se fosse um dia qualquer. Quando nós chegamos, as reações de meus colegas indicaram que não era nada disso. Eles estavam no meio do aquecimento, e igualmente como na área comum, todos os olhos caíram em mim. Não conseguia me decidir se me sentia como uma estrela do rock ou como uma aberração do circo.

    Ok, então. Se eu fosse ficar por algum tempo aqui, eu não iria mais agir como se tivesse medo deles. Antigamente, Lissa e eu tínhamos o respeito dessa escola, e estava na hora de lembrar todo mundo disso. Fazendo a varredura dos olhares, nas bocas abertas dos aprendizes, procurei por algum rosto familiar. A maioria deles eram garotos. Um deles atraiu meu olhar, e eu quase não consegui segurar o riso.

     – Hey Mason, enxugue a baba da cara. Se você vai pensar em mim nua, faça isso num lugar apropriado.

     Alguns pigarros e risos abafados quebraram o silêncio temeroso, e Mason Ashford despertou de seu atordoamento, me dando um sorriso torto. Com aquele cabelo vermelho arrogante para todo o lado e com sardas, ele era bonito, embora não exatamente gostoso. Ele também era um dos caras mais engraçados que eu conhecia. Nós eramos bons amigos antigamente.

     – Essa é a minha vez, Hathaway. Eu estou conduzindo a aula de hoje.

     – Oh, é? – eu repliquei. – Huh. Bem, eu acho que essa é uma boa hora para você pensar em mim nua, então.

     – Sempre é uma boa hora pensar em você nua, –  acrescentou alguém por perto, quebrando ainda mais o clima pesado. Eddie Castile. Um outro bom amigo meu.

     Dimitri balançou a cabeça e foi embora, murmurando alguma coisa em russo que não soava como algo gentil. Mas quanto a mim… bem, rapidinho, eu já era um dos aprendizes novamente. Eles eram um grupo descontraído, menos focados em linhagem e políticas do que a maioria dos Moroi.

     A turma veio para cima de mim, e eu me encontrei rindo e vendo aqueles dos quais eu quase achei que havia me esquecido. Todo mundo queria saber onde nós estivemos; aparentemente, Lissa e eu tínhamos virado lendas. Eu não poderia contá-los o por quê de termos ido embora, lógico, então os brindei com vários sarcasmos e alguns você-não-vai-acreditar que serviram direitinho.

   A reunião feliz durou mais algum tempo antes que um guardião adulto que vigiava o treinamento viesse e ralhasse com Mason por negligenciar suas funções. Ainda sorrindo, ele gritou ordens para todo mundo, explicando quais exercícios deveriam começar. De modo constrangedor percebi que não conhecia a maioria deles.

     – Venha, Hathaway, –  ele disse, pegando o meu braço. – Você pode ser minha parceira. Vamos ver o que você tem feito todo esse tempo.

     Uma hora depois, ele tinha a sua resposta.

     – Não vem praticando, huh?

     – Ow, –  eu gemi, momentaneamente incapaz de falar normalmente.

     Ele estendeu a mão e me ajudou a levantar do tatame no qual ele havia me derrubado – por cerca de umas quinze vezes.

     – Eu te odeio, –  eu falei para ele, esfregando uma parte da minha perna que iria ficar com um roxo monstruoso amanhã.

     – Você me odiaria mais se eu me contivesse.

     – Yeah, isso é verdade, –  eu concordei, vacilante, enquanto a turma guardava os equipamentos.

      – Na verdade você foi bem.

     – O que? Eu só levei porrada.

     – Bem, lógico que levou. Se passaram dois anos. Mas hey, você ainda está andando. Já é alguma coisa. –  Ele sorriu de forma zombeteira.

     – Eu mencionei que te odeio?

     Ele me deu outro sorriso, que logo se desfez para algo mais sério.

     – Não me leve a mal… quero dizer, você realmente é uma lutadora, mas não tem chance de você fazer os seus exames na primavera …

      – Eles estão fazendo com que eu tenha aulas extras de treinamento, –  eu expliquei. Não que isso importasse. Eu estava planejando tirar Lissa e eu daqui antes que esses treinos se tornassem num problema. – Vou estar pronta.

     – Aulas extras com quem?

     – Com o cara alto. Dimitri.

     Mason parou de andar e olhou para mim.

     – Você foi posta para ter aulas extras com Belikov?

     – Sim, e daí?

     – Daí porque o cara é um deus.

      – Exagerando muito?

      – Não, eu falo sério. Quer dizer, ele é todo quieto e anti-social normalmente, mas quando ele luta… wow. Se você acha que está machucada agora, você vai estar morta quando ele acabar com você.

      Ótimo. Mais uma coisa para melhorar o meu dia…”

(Traduzido por fãs) Comunidade Traduções de Livros. Tradução: Gaby Kitty, Rose Hathaway, Letícia, Rafaela/Naru-Chan. Revisão: Carla Ferreira

ACADEMIA DE VAMPIROS – Depois de dois anos de liberdade ilícita, Rose e Lissa são arrastadas de volta para a Academia Vlademir, escondida em meio à floresta de Montana.  A poderosa combinação de sangue humano e  sangue vampiro dos Moroi, que flui através de Rose Hathaway, a definem como uma Dampira. Rose desde os quatro anos fora entregue aos cuidados da Academia para se tornar uma guardiã dos Moroi. Eles precisam ser protegidos a todo tempo dos Strigoi, os mais fortes e perigosos vampiros – aqueles que nunca morrem. Que nada mais é do que um Moroi que se alimentara de um humano até a morte. Os Strigoi são uma ameaça constante a extinção dos Moroi, eles querem o seu sangue que os torna mais fortes. Por isso ser necessário a proteção.

   Lissa Dragomir é uma princesa Moroi: uma vampira mortal que possui o poder da magia dos elementos da terra. E Rose é a melhor amiga de Lissa.  E graças a uma ligação entre elas, Rose se mantém conectada  a Lissa  a toda e qualquer emoção mais forte. Desde pequena ela se dedica a protegê-la de qualquer perigo, principalmente dos Strigoi, que podem querer transformá-la em um deles. Por isso Rose fugiu da Academia com Lissa, tinha alguma coisa errada, alguma coisa estava  perseguindo-a.

Mas  depois de  enfrentarem sozinhas muitos perigos fora de São Vlademir, finalmente elas foram capturadas e levadas de volta, pelos guardiões da escola, para a segurança da Academia.  Rose fora mandada para continuar sua educação Dampir. Lissa voltará a ser a rainha social da elite Moroi. Mas a futilidade do convívio social dentro da Academia é tão perigoso quanto à ameaça dos Strigoi.  Nela, ocorrem estranhas e misteriosas mortes de animais. Que deixam Lissa abalada, transtornada indo quase a loucura…   Rose tem que manter Lissa  longe dessa ameaça. Ela não poderá usar o seu poder. Se eles descobrem…  Elas têm que navegar nesse mundo perigoso, confrontar a tentação do amor proibido. E podem acabar tendo seus corações partidos. Mas Rose sabe tudo que deveria  saber sobre Lissa? O que será que Lissa esconde por traz do seu doce e inocente olhar?

QUER SABER MAIS? ACESSE: http://www.richellemead.com

Volte sempre a,

VAMPIT.

J. P. Santos, agradece.

https://vampitdivulgalivros.wordpress.com.

Contato:

 jugloxinia@uol.com.br

GOSTOU?

DEIXE SEU COMENTÁRIO.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s