SÉRIE IRMÃS DRAKE – 1° LIVRO – MAGIA AO VENTO

DE: CHRISTINE FEEHAN

     “…- SARAH! – Hannah Drake se lançou aos braços de sua irmã -. Alegro-me tanto de vê-la. Joguei-te tanto de menos -, retirou-se, estendendo os braços em toda sua longitude, para examinar melhor a Sarah -. Sara, por que parece um ladrão disposto a roubar o museu local. Não tinha nem idéia de que as pinturas de Frank Warner se valorizaram tanto -, riu alegremente de sua própria brincadeira.

     A suave risada de Sarah se fundiu com a da Hannah.

    – Deveria ter sabido que entraria às escondidas às duas da madrugada. É tão próprio de você, Hannah. Onde estava desta vez?

   – Egito. É um país absolutamente maravilhoso. – Hannah se sentou no balanço do alpendre cansadamente -. Mas estou esgotada. Estive viajando sempre para voltar para casa. – Avaliou a vestimenta completamente negra de Sara com um ligeiro franzido na testa -. Interessante jogo de ferramentas o que leva aí, minha irmã. Não vou ter lhe tirar sob fiança, claro. Estou realmente cansada e se a polícia chamar, poderia não despertar.

     Sara  ajustou o cinturão de pequenas ferramentas na cintura sem mostras de vergonha.

    – Se não poder enfeitiçar  um oficial de polícia para me liberar de uma pequena invasão de moradia, não mereço me chamar Drake. Entra Hannah, e vá para a cama. Estou preocupada com nosso vizinho e só vou  dar uma volta e me assegurar de que não lhe aconteceu nada.

     As sobrancelhas de Hannah se arquearam.

    – Meu Deus, Sara. Um homem? Há um homem como Deus manda em sua vida. Onde está? Quero ir com você -. Aplaudiu com a cara radiante -. Espere só para que o conte às outras. A danada da Sara tem namorado.

   – Não tenho namorado… Não comece Hannah. Só tenho uma de minhas intuições e vou comprová-lo. Não tem nada que ver com  Damon absolutamente.

   – Oh, isto fica realmente interessante. Damon. Lembra até seu nome. Como o conheceu? Desembuche, Sarah. Até o último detalhe.

     – Não há nada que contar. Só veio perguntar sobre a pintura e vernizes de madeira -. O tom do Sara foi frio e monótono.

     – Quer que acredite que veio por sua própria conta sem ser convidado. Deve havê-lo convidado para sua casa.

     – Não, não o fiz -. Negou Sara. – De fato o portão estava aberto e os cães o deixaram entrar-.

    – A grade estava aberta? -. Hannah parecia incrédula. Saltou sobre seus pés. – Agora se que vou com você!-.

    – Não, não virá, está exausta, lembra?

    – Espere eu contar às outras que o portão se abriu para ele -. Hannah elevou os braços para os céus e as estrelas -. A grade se abre para o homem certo, não? Não é assim como funciona? A porta se abrirá em boas-vindas para o homem que está destinado a converter-se no amor de sua vida para a filha maior.

   – Eu não acredito nessa tolice e sabe -. Sara tentou fingir-se zangada, mas se encontrou rindo. Não posso acreditar  sequer que acredite  nessa velha profecia.

   – Como se eu mesma não acreditasse -, brincou Hannah -. Simplesmente vai fazer uma visita amistosa ao vizinho no meio da noite e  dar uma volta por sua casa. Se você o disser, é obvio que acreditarei isso. Está esse telescópio das ameias dirigido para o quarto dele?

     – Não se atreva a olhar -. Ordenou Sara.

     Hannah estudou sua face.

     – Você  está rindo, mas seus olhos não. Algo vai mau, Sara? –. Posou a mão sobre o ombro de sua irmã, – me conte.

      Sara franziu o cenho.

     – Leva com ele a Morte. Vi-a. E a leu no mosaico. Não sei quem morrerá, mas me sinto atraída por ele. Seu coração está quebrado e machucado, e o peso de carregar a morte  o está  esmagando lentamente. Viu um halo vermelho ao redor da lua.

     – Violência e morte o cercando. – Disse Hannah brandamente, quase para si mesma – por que vai sozinha?

    – Tenho que fazê-lo. Sinto… – Sarah procurou a palavra correta. – Atração. É mais que um trabalho, Hannah. É ele.

     – Ele poderia ser perigoso.

     – Está rodeado de perigo, mas não é perigoso para mim, não como você pensa.

    – Oh, diabos, realmente você gosta desse tipo. Creio que está muito bom. Vou contar às outras e subir às ameias para dar uma olhada! – Hannah se voltou e entrou correndo na casa, fechando de repente a porta de tecido metálico para que Sara não pudesse segui-la.

      Sara riu enquanto soprava um beijo para sua irmã e começava a descer as escadas…”

(Traduzido por fãs) Tradução e Formatação: Jossi Slavic. Revisão: Luciana Frehia. Comunidade RTS – ORKUT:

MAGIC  IN  THE  WIND – Ou, Magia ao Vento – Sara é uma das irmãs Drake. E sua volta à cidade despertou a curiosidade de Damon Wilder, um homem que tinha fixado moradia ali,  fazia um mês. Ele estava à beira da loucura.  Mas rumores de que ela tinha voltado ecoavam em todos os lugares aonde ele ia. Mas quem seria Sara? Ouvia histórias inacreditáveis de algumas de suas proezas. Misteriosa.  Ela inspirava tanto interesse como temor no povo daquela terra, que o deixará totalmente intrigado.

Sara por sua vez, só tinha voltado para aquele remoto lugarejo, onde tinha uma moradia,  por causa de seu trabalho, Ela tinha sido mandada para proteger Damon, que trabalhava em um projeto secreto do governo e estava sendo caçado por inimigos perigosos que queriam a todo custo tirar-lhe informações.

Em meio a várias situações curiosas e engraçadas, uma maldição ou uma velha profecia insistia em colocar  juntas as suas vidas. Damon  acaba por se deixar envolver por Sara e suas irmãs, que eram muito unidas e cheias de magia. Mas seus inimigos chegam trazendo o terror e morte as pacatas pessoas da pequena cidade. E quando ameaçam a vida das irmãs Drake…

QUER SABER MAIS? ACESSE: www.christinefeehan.com

VAMPIT

J. P. Santos. Agradesce.

https://vampitdivulgalivros.wordpress.com

Contato:

jugloxinia@uol.com.br

GOSTOU?

DEIXE O SEU COMENTÁRIO.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s