CONTOS MEDONHOS – ARRANHÕES E MAIS ARRANHÕES

DE: CASSIONEI NICHES PETRY

contos medonhos

“… Ela está seca e protegida e isso a faz se sentir superior. Ri quando um carro passa sobre uma poça d’água, molhando as pessoas na parada de ônibus. Ri quando pedestres se arranham nas paredes para buscar abrigo nos seus trajetos. Ri quando uma mulher pisa em uma laje solta da calçada e também fica encharcada. Arranha a garganta de tanto rir, esquecendo-se de que poderia ser ela mesma nessa situação…”

ARRANHÕES E MAIS ARRANHÕES – Uma mulher sofre a dor de estar sozinha com suas lembranças. Deseja um cigarro…  E a saudade aperta no seu peito. Lembra da desconfiança, da acusação, da separação, do orgulho ferido… Então, já é tarde…   E a esperança está perdida.

Não existe mais esperança…

QUER SABER MAIS? ACESSE:  cassio.nei@hotmail.com

VAMPIT

J. P. Santos. Agradesce.

https://vampitdivulgalivros.wordpress.com

Contato:

jugloxinia@uol.com.br

GOSTOU?

DEIXE O SEU COMENTÁRIO.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s