CONTOS MEDONHOS – DUPLA CONSCIÊNCIA

DE: CLEIOMAR QUEIROZ  PESSOA

contos medonhos

“… Desenterrei o corpo de Valéria, e para minha profunda satisfação, se manteve incorrupto. Levei para minha casa e a deixei sobre a nossa cama. Dormi no quarto de hóspede, mas enquanto estava acordado, contemplava seu rosto enquanto lia os seus diários. Antes de dormir, conversava com ela anotando as suas possíveis reações baseada naquilo que conhecia sobre ela e nas anotações que deixou. Depois de duas semanas, já obtive os primeiros resultados. algumas perguntas, que fazia a ela, recebiam respostas automáticas de sua consciência, que se manifestava através de minha voz. Aos poucos, uma nova consciência surgia em minha mente. Milagrosamente, e sentia suas alegrias e decepções diante dos fatos do cotidiano, como se ela transmitisse seus reais sentimentos para mim…”

DUPLA CONSCIÊNCIA – Ângela ao consolar seu amigo querido, após a morte de sua esposa, a Valéria, provocou nele uma necessidade maior de trazer sua amada a vida, nem que fosse só em seus pensamentos. Para isso ele se empenhou em reviver cada gesto, cada momento que eles viveram juntos. Mas seu sofrimento e a dor da perda o fez ir muito além…

QUER SABER MAIS? ACESSE:  mazinaor@hotmail.com

volte sempre a:

VAMPIT

J. P. Santos. Agradece.

https://vampitdivulgalivros.wordpress.com

Contato:

jugloxinia@uol.com.br

GOSTOU?

DEIXE O SEU COMENTÁRIO.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s