CONTOS MEDONHOS – HÁ TEMPOS

DE: RAPHAEL ANDRADE

contos medonhos

     “…”Há tempos tive um sonho. Não me lembro, não me lembro…”

     Sabe, desisti de sonhar com o mundo voltado ao que era. Nem lembro mais do que sonhava. Maratonista, talvez quisesse ganhar uma olimpíada. Sério, não lembro. Só as músicas ficaram marcadas na minha mente. Tornam as fugas mais leves.

     “Tua tristeza é tão exata e, hoje, o dia é tão bonito. Já estamos acostumados a não termos mais nem isso.”

     A quantidade de zumbis atrás de mim está aumentando. Há tempos não vejo tantos de uma vez. Os últimos dias até foram tranquilos. Fui uma verdadeira anta selvagem e não estoquei comida suficiente. O que me resta nem enche o saco na minha mão. Tudo o que já tive me foi arrancado. E até o que tenho não é meu.

     “Os sonhos vêm e os sonhos vão e o resto é imperfeito.”…”

HÁ TEMPOS – É tempo de caça e caçador, e ele foge em um mundo destruído pela doença. Todos mortos, e os mortos-vivos caçam os últimos vivos.  Ver todos que amava ter o mesmo fim. Mortes dolorosas. A esperança de um dia o mundo voltar ao que era, fora embora. Cansaço e solidão. Loucura…

QUER SABER MAIS? ACESSE: ralfmeza@hotmail.com

VAMPIT

J. P. Santos. Agradece.

https://vampitdivulgalivros.wordpress.com

Contato:

jugloxinia@uol.com.br

GOSTOU?

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s