O SOBRADO DA RUA VELHA

DE: JEREMIAS SOARES

o sobrado da rua velha

   … “Pedro entrou no banheiro cautelosamente, analisando o ambiente escuro e nada confortável, e acabou invadido por um verdadeiro pânico quando percebeu que  Sam se preparava para fechar a porta.

   – Você está louco? – indagou Pedro, impedindo com o pé que a porta fosse fechada. – Disse que tinha que estar meio escuro, não totalmente. O que você quer fazer?

   – Te mostrar uma coisa legal. Deixa de ser medroso.

   – Eu não quero ver – clamou Pedro.

   – Ah, vai ver sim. Ou por acaso quer ser lembrado como um frouxo? Se você não ficar, não restará mais dúvidas de que é um frouxo.

  – Não sou frouxo!

   – Então fique.

   Pedro deu uma resmungada, mas permitiu que Sam fechasse a porta do banheiro parcialmente. O espelho na parede era redondo, impecavelmente nítido.

   – Vai vir com aquela história do filme do Candyman? – perguntou Pedro. – Repetir o nome dele cinco vezes na frente do espelho? Isso não me assusta.

   – Eu até queria ver se você tem coragem de fazer isso, mas o que eu quero te mostrar é outra coisa.

   – Então mostre – disse Pedro, aparentando pressa.

   Sam olhou o seu reflexo no espelho e refletiu por alguns instantes. Pedro começou se sentir muito desconfortável. Aquele banheiro na penumbra lembrava pesadelos e medos que ele ainda não tinha esquecido. Ele tentava se tornar um garoto mais honrável, mas a transformação estava sendo lenta e irregular.

   – Vou ensinar uma maneira de enxergar fantasmas – anunciou Sam. – Para fazer isso, basta você colar o rosto em um espelho e olhar dentro daquela bolinha  preta dos olhos. Após aguardar um pouco,  irão surgir imagens estranhas no reflexo. Se prestar atenção, perceberá que são espíritos.

   Ao ouvir aquilo, Pedro também passou a ouvir as batidas do seu coração…”

O SOBRADO DA RUA VELHA –  Joel Saelbach mudou-se com a família para o sobrado situado no final da Rua Velha, uma estrada de chão, toda esburacada  que parecia ter sido abandonada no tempo.

 O sobrado tinha pertencido a sua irmã Cínara, e há muito tempo estava fechado,  desde que ela tinha morrido num acidente de carro com seu marido. E até então ninguém quis ocupar.

Mas Joel precisava fugir da agitação da cidade, levar sua família para um lugar mais seguro, onde sua mulher Cristina pudesse superar o trauma de um sequestro. E junto levaria sua filha Juliana, uma  adolescente; o filho Pedro, de dez anos; o sobrinho Sam, de doze anos, único filho vivo de sua irmã Celina e sua caçula, a Adriana. O local lhe parecia perfeito, relativamente deserto e ao mesmo tempo perto de seu trabalho.

O que ele não sabia, era que o sobrado guardava um grande mistério…  E por mais cético quem nele entrasse, estava condenado a viver  ou morrer com os horrores do seu segredo… Os barulhos estranhos que se ouvia a noite, os vultos sombrios observando, objetos que se moviam sozinhos e vozes que atormentavam…  Ou seriam seus próprios medos?

 Você teria coragem de entrar nesse sobrado?

QUER SABER MAIS? ACESSE:  http://www.jeremiassoares.blogspot.com.br

VAMPIT

J. P. Santos. Agradece.

https://vampitdivulgalivros.wordpress.com

Contato:

jugloxinia@uol.com.br

GOSTOU?

DEIXE O SEU COMENTÁRIO.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s